terça-feira, 31 de maio de 2011

Secretário de Assistência Social vai conversar com internautas nesta quarta-feira

Rodrigo Neves apresentará o programa Renda Melhor, que será lançado
 como um complemento ao Bolsa Família no Rio

O secretário de Assistência Social e Direitos Humanos, Rodrigo Neves, participa às 16h desta quarta-feira (1/6) de uma twitcam com internautas para falar sobre o programa Renda Melhor, que será lançado como um complemento ao Bolsa Família no Rio de Janeiro. O bate-papo ao vivo será realizado através do perfil do Governo do RJ no Twitter (www.twitter.com/govrj) e o secretário fará também um balanço das ações da SEASDH.
 O programa Renda Melhor atenderá cerca de 30 mil famílias que participam do Bolsa Família, do Governo Federal , e tem por objetivo erradicar a pobreza extrema no estado. O benefício varia de R$ 30,00 a R$ 300,00 por família e será lançado em Japeri, município com o menor IDH (Índice de Desenvolvimento Humano) do RJ.

Fonte:  Núcleo de Comunicação Digital do Governo do Estado

Governador será orador do jantar anual da Câmara de Comércio Brasil-França

Compromisso é o primeiro durante a missão governamental e empresarial à França

O governador Sérgio Cabral será o principal orador brasileiro no jantar anual da Câmara de Comércio Brasil-França, que começa às 19h30 no horário de Paris (14h30 no Brasil). O compromisso é o primeiro do governador durante a missão governamental e empresarial à França, como parte do trabalho de atração de investimentos, cooperação técnica na área de formação profissional e captação de linhas de financiamento para os grandes projetos do estado do Rio de Janeiro.

No jantar, o governador vai entregar o prêmio “Personalidade do Ano Brasil-França” ao presidente da empresa francesa da área de energia Technip, Thierry Pilenko. A ministra francesa de Economia, Christine Lagarde, será a oradora principal do lado francês e entrega o mesmo prêmio ao presidente da companhia área brasileira TAM, Líbano Barroso.

Nos cinco compromissos oficiais que terá nestas terça e quarta-feira, o governador Sérgio Cabral vai mostrar a investidores e autoridades francesas que o novo momento de desenvolvimento econômico do estado e os grandes eventos que o Rio receberá nos próximos anos, como a Copa do Mundo de 2014 e as Olimpíadas de 2016, ampliam ainda mais as oportunidades de investimento e de crescimento das empresas francesas, que já marcam forte presença no Rio de Janeiro.

Agenda

Nesta quarta-feira (1/6), o dia  de Sérgio Cabral começa com um café da manhã com dirigentes de grandes companhias francesas e brasileiras na sede do Movimento das Empresas Francesas (Mouvement des Enterprise de France – Medef), a maior entidade patronal da Europa. A conversa vai tratar das oportunidades de investimento no estado do Rio. Em seguida, Cabral e a delegação governamental e empresarial vão para Vélizy-Villacoublay, próximo a Paris, onde visitam o Centro de Estudos e Pesquisas da montadora PSA Peugeot-Citroën, empresa que há anos investe no Rio de Janeiro.

Na volta à capital francesa, à tarde, o governador se reúne com o presidente da Câmara de Comércio e Indústria de Paris, Pierre-Antoine Gailly. Além do intercâmbio comercial e econômico entre o Rio de Janeiro e Paris, Cabral vai conhecer a experiência da Câmara na organização de cursos de formação profissional técnica. Entre os setores que mais interessam ao Governo do Estado estão hotelaria, gastronomia – devido ao extenso calendário de eventos internacionais no Rio –, moda e tecnologia.

A última agenda de Sérgio Cabral em Paris será uma reunião com o diretor-geral da Agência Francesa de Desenvolvimento, Dov Michel Zerah. O encontro terá como tema as linhas de financiamento para o setor de transportes do estado, como parte da demanda de infraestrutura para a Copa do Mundo os Jogos Olímpicos.

Comitiva
 Compõem a comitiva do Governo do Estado os secretários da Casa Civil, Regis Fichtner; de Fazenda, Renato Villela; de Desenvolvimento Econômico, Energia, Indústria e Serviços, Julio Bueno; de Transportes, Julio Lopes; de Ciência e Tecnologia, Alexandre Cardoso; e de Desenvolvimento Regional, Abastecimento e Pesca, Felipe Peixoto. O presidente da Federação das Indústrias do Estado do Rio de Janeiro (Firjan), Eduardo Eugênio Gouvêa Vieira, está à frente do grupo de empresários que participa da viagem.

Fonte: Núcleo de Imprensa do Governo do Estado

Produtores americanos visitam exposição Vozes de Nelson Cavaquinho

O grupo de americanos com o curador da exposição, Jorge Salomão, o 
Embaixador Jeronimo Moscardo, a jornalista Fernanda Moreira,
Ricardo Cravo Albin e Ricardo Poock.


A exposição “Vozes de Nelson Cavaquinho”, do fotógrafo Ricardo Poock,  continua bombando no Rio de Janeiro e sendo negociada com municípios das Regiões Serrana e dos Lagos.  O sucesso é tanto, que sua temporada no Instituto Cravo Albin, prevista para ser encerrada no final de maio, teve que ser estendida até o final de junho. Só para se ter uma idéia do sucesso da exposição,  na última sexta-feira, dia 28 de maio, um grupo de 36 produtores de rádio e tv de Miami (EUA) aficionados por MPB, deram uma passadinha no ICCA para conhecer a exposição e o próprio trabalho do instituto, que cuida da preservação de acervos culturais, principalmente dos relacionados com a Música Popular Brasileira . Foram recebidos por Ricardo Cravo Albin, a jornalista Fernanda Moreira, da Casa 10 Comunicação & Cultura produtora do evento, e pelo próprio Ricardo Poock.
Além de conhecer a exposição Vozes de Nelson Cavaquinho e um pouco sobre a história do compositor brasileiro que este ano completaria 100 anos, os produtores americanos foram homenageados com um recital do violonista e cantor Tavynho Bonfá  e com um jantar bem à brasileira – com xinxim de galinha, prato típico da culinária baiana. Como não poderia deixar de ser, deixaram a exposição apaixonados e com projetos de levar a homenagem a este grande compositor brasileiro para Miami.
Quem quiser saber mais sobre a exposição pode acessar o site o ICCA http://www.institutocravoalbin.com.br/. Segundo a Casa 10 Comunicação & Cultura, a exposição Vozes de Nelson Cavaquinho está sendo negociada com a Prefeitura de Petrópolis, através da Fundação de Cultura e Turismo, além de alguns patrocinadores , para uma temporada no Palácio de Cristal. O evento pode aportar por aqui entre agosto e outubro deste ano.

segunda-feira, 30 de maio de 2011

Petrópolis : Operação Calçada Livre pretende conscientizar a população e multar infratores

Calçada é local de pedestre, certo? Mas nem sempre é assim, é comum ver veículos estacionados nas calçadas, ocupando um lugar que não foi feito pra eles. Ainda mais em cidades com grande frota como Petrópolis. São mais de 100 mil veículos circulando na cidade.
Para combater esse tipo de situação, que é irregular de acordo com o Código Nacional de Trânsito, a prefeitura da cidade está fazendo um trabalho de conscientização. E quem desrespeitar a lei pode ir se preparando. A partir de 26 de junho, a infração vai pesar no bolso dos motoristas.
Basta percorrer as ruas para encontrar as infrações: carros estacionados em local proibido, debaixo das placas. Parados até na contra-mão da rua. E mesmo os veículos da concessionaŕia de energia elétrica estacionam onde não é permitido. Mas o pior é quando os motoristas invadem o espaço dos pedestres: param sobre as calçadas.
Por causa das reclamações a prefeitura de Petrópolis começou a operação Calçada Livre. Os agentes de trânsito estão percorrendo os bairros. Pelo Código Nacional de Trânsito estacionar sobre a calçada é infração grave. A multa é de R$ 127.
Por enquanto ninguém está sendo multado. Quando o motorista está por perto os agentes de trânsito orientam para que ele retire o carro. Se o motorista não é encontrado os agentes aplicam a advertência. Este carro já tem duas advertências e continua com as quatro rodas sobre a calçada.
São proibidas até as paradinhas rápidas. São 30 dias de operação: em menos de uma semana foram feitas quase 200 advertências. Mas no fim do mês termina o prazo para que os motoristas se conscientizem. E quem estacionar na calçada vai ser multado.
 O telefone para denunciar o estacionamento irregular em Petrópolis é o (24) 2246 9257.

Preço da passagem de ônibus tem aumento de 4% em Nova Friburgo

A passagem que antes custava R$ 2,50, agora passa a custar R$ 2,70.

A população de Nova Friburgo começou o dia com a passagem de ônibus mais cara com reajuste de 4%. Considerado pequeno pela empresa, que pediu 10%. Mas para quem anda de ônibus todo dia, a notícia não caiu nada bem. A passagem que antes custava R$ 2,50, agora passa a custar R$ 2,70. Quem já estava com dinheiro contado para entrar na rodoviária, foi pego de supresa.
A autorização dada pelo Executivo para o aumento da tarifa, levou em consideração o fato da empresa não ter conseguido o reajuste em 2010 e também, os prejuízos sofridos com a chuva o início do ano.
Todas essas considerações estão no decreto, publicado no último sábado (28). O documento ainda cita outras razões e, considera o fato de que, no último aumento ocorrido, há dois anos, a empresa não teria consiguido atingir o índice de reajuste desejado, ficando um resíduo de quase 13%.
A prefeitura de Nova Friburgo disse que não vai comentar o aumento. Lembrando que todo reajuste passa pela aprovação da prefeitura que analisa a planilha de custos fornecida pela Faol. E a empresa enviou uma nota dizendo que o reajuste foi para acertar a planilha de custos, depois do aumento dos salários dos funcionários.

Fonte: Intertv

Seminário Rio Investors Day pretende colocar a cidade no calendário financeiro global



O governador em exercício Luiz Fernando Pezão e o prefeito do Rio Eduardo Paes participaram nesta segunda-feira (30/5) da abertura do Rio Investors Day. O evento, que acontece até amanhã no Hotel Copacabana Palace, reúne 42 empresas brasileiras, 400 investidores institucionais e representantes do governo pela primeira vez. O objetivo é reinserir a cidade no calendário financeiro global.

O seminário, organizado pela Prefeitura do Rio em parceria com a Associação dos Analistas e Profissionais de Investimento do Mercado de Capitais (APIMEC), abordará temas como mineração, siderurgia, construção civil, saúde e energia. Durante o evento, serão realizados 12 painéis setoriais, reuniões com as empresas participantes e encontros entre companhias e investidores.

Para Pezão, o Rio Investors Day acontece em um dos momentos mais importantes da cidade. Após décadas de esvaziamento econômico e político, o Rio de Janeiro está no auge de seu crescimento econômico. A cidade, que foi apontada recentemente como uma das dez metrópoles que melhor superaram a crise financeira mundial, também conquistou um grande calendário de eventos, como a Copa das Confederações de 2013, a Copa de 2014 e as Olimpíadas de 2016.

- Hoje, em investimentos públicos e privados somamos R$ 186 bilhões, que incluem a construção da Usina Angra 3, do Complexo Petroquímico do Rio de Janeiro (Comperj) e do Porto do Açu. Só na Secretaria de Obras, são R$ 8 bilhões em investimentos. Além das melhorias de infraestrutura e de obras como o Arco Metropolitano, nosso destaque são os investimentos em segurança, com as Unidades de Polícia Pacificadora (UPPs) e o aumento de efetivo policial, saltando de 37 mil para 61 mil policiais. Mais 24 mil homens serão contratados nos próximos quatro anos - resumiu Pezão.

De acordo com Eduardo Paes, a transparência e eficiência na gestão e condução das finanças estaduais e municipais fizeram com que o Rio recebesse o Investment Grade, classificação concedida pela agência de risco Moody's que indica ao mercado que investir na cidade é confiável e atrativo. Além disso, o município foi o primeiro no mundo a assinar com o Banco Mundial (Bird) um empréstimo de US$ 1 bilhão. O prefeito destacou ainda a parceira entre os governos federal, estadual e municipal como importante para o desenvolvimento do Rio.

- O Rio passou muito tempo por um momento que eu chamo de “investimentos abaixo de zero”. O grau de instabilidade para o investidor era grande. Atualmente, a união das três esferas de governo garante a captação de grandes investimentos. O Rio de Janeiro ganhou uma grande capacidade com suas políticas públicas de sucesso. Mas não avançaríamos se não pudéssemos contar com a iniciativa privada. Por isso, nesses dois dias de evento, espero que os participantes se sintam à vontade para investir no estado - disse o prefeito da cidade

500 bailarinos no Festival de Dança Sacra de Petrópolis


Oitava edição acontece nos dias 4 e 5 de junho no Theatro D. Pedro
Promovido pela Cia. de Dança Expressão de Louvor – da Paróquia Santo Antonio do Alto da Serra –, sob o comando da bailarina e coreógrafa Roberta Bertelli, o 8º. Festival de Dança Sacra de Petrópolis vai reunir quinhentos bailarinos, que estarão se apresentando em 106 coreografias, nos próximos dias 4 e 5 de junho, no palco do Theatro D. Pedro. 
O evento, que vem se consagrando na sua modalidade, vai reunir grupos de dança de Joinville(SC), Faxinal(PR), Belo Horizonte(MG), Mauá(SP), São Paulo(SP), São José dos Campos(SP), Itaguaí(RJ), Queimados (RJ), Duque de Caxias(RJ), Campo Grande(RJ), Rio de Janeiro (RJ), Piabetá (RJ), Magé(RJ), Areal(RJ) e  Paraíba do Sul (RJ).
As categorias de adulto, juvenil e infantil; assim como as modalidades jazz, clássico, contemporânea e dança de rua, recebem prêmios nos primeiros, segundos e terceiros lugares. Também recebem premiação o melhor bailarino e o melhor conjunto, abrangendo a coreografia e os elementos cênicos.
“A missão do festival além promover a arte da dança sacra, tem o objetivo de integrar os grupos e bailarinos desta modalidade, proporcionando ao público um espetáculo de arte e fé. Queremos oferecer um espetáculo de excelência para os participantes e para o público”, diz a coordenadora Roberta Bertelli.
Cia. Expressão de Louvor
A Cia. Expressão de Louvor foi uma iniciativa da bailarina profissional e administradora de empresas, Roberta Bertelli. Em um trabalho voluntário, Roberta hoje ensina dança gratuitamente para 60 bailarinas, divididas em turmas de baby, infantil, juvenil e adulto. O grupo tem se apresentado em diversas cidades e conquistado dezenas de premiações, inclusive em algumas edições do Festival Nacional de Dança Sacra de Joinville/SC.
Praticando dança há 22 anos, Roberta conta que, ao ver o seu pai ser liberado das sessões de hemodiálise após o transplante de rim em que foi a doadora, fortaleceu-se na fé. “Foi uma graça muito grande que recebi de Deus: poder devolver a saúde ao meu pai. Naquele momento, resolvi tornar real o meu sonho de ensinar dança para as meninas da minha comunidade e ao mesmo tempo fazer um trabalho de evangelização. Assim nasceu a Cia. Expressão de Louvor”.  

8º. Festival de Dança Sacra de Petrópolis
Local: Theatro D. Pedro
Dias: 4 e 5 de junho de 2011
Horário: 13h


sábado, 28 de maio de 2011

Mais de cem escolas participaram da Prova Petrópolis



Mais de sete mil alunos realizaram a Prova Petrópolis em 122 escolas municipais para verificar os conhecimentos em português e matemática e serem preparados para a Prova Brasil, que acontecerá em todo o País no mês de novembro. Foram 22 questões de cada disciplina para os alunos do 5º ano do ensino fundamental e 26, também dessas duas matérias, para os estudantes do 9º ano do ensino fundamental e do 3º ano do ensino médio realizadas das 9h ao meio dia de sábado (28).

O secretário de Educação, William Campos, esteve na Escola Municipal Jamil Sabrá, na Coronel Veiga, para desejar boa sorte aos 46 estudantes das duas turmas de 9º ano que fizeram a prova e dar algumas dicas, como atenção na hora da marcação no cartão resposta e leitura da prova com calma.

“Estou muito orgulhoso com o Jamil porque nós tivemos 100% de presença, já que o aluno que faltou foi por questões religiosas e que dão o direito a ele fazer a prova na segunda-feira. Isso comprova a adesão do município à ideia. Eu tenho muita esperança que o número de faltosos não chegue a 15% em todo o município. Eu queria agradecer à minha subsecretária de Ensino Fundamental, Cláudia Quintanilha, que liderou essa atividade e aos meios de comunicação de Petrópolis que abraçaram essa causa. Numa revolução é fundamental acreditar nos sonhos. Eu vou usar toda a minha fé e a minha energia para que a Educação no governo Paulo Mustrangi fique entre as três melhores cidades do Estado e entre as 20 melhores do Brasil”, declarou, William Campos, que aproveitou para visitar o terreno nos fundos da escola com a intenção de que no local seja o Jamilzinho, escola de Educação Infantil, buscando verba do governo federal.

Mesmo num dia frio, os alunos compareceram à Prova Petrópolis, percebendo a importância dessa avaliação. De acordo com a diretora, Mônica Haack, os estudantes chegaram a fazer um simulado na própria escola como preparação para o dia 28.

“Estou mais ou menos nervoso e espero ter um bom resultado porque essa é uma preparação para a Prova Brasil”, destacou o aluno Felipe Costa Reis, de 17 anos, assim como outra aluna. “Estou preparada e acho que vai ajudar muito a gente mais para frente”, declarou a estudante Juliana Borges, de 14 anos.

Os gabaritos das três provas serão divulgados na próxima semana, mesmo período em que se inicia a correção das provas para que a tabulação e a análise dos resultados possam estar prontas até o fim do mês de junho.

Essa foi a primeira edição da Prova Petrópolis e foi realizada com o objetivo diagnosticar as práticas pedagógicas do ensino fundamental. A partir do resultado, será feita uma análise do conhecimento que está sendo absorvido pelo aluno e verificar as deficiências para a realização de novas ações para melhorar o ensino do município, escola por escola.

Essa avaliação também é uma preparação para a Prova Brasil,que mede o Índice de Desenvolvimento da Educação Básica, o Ideb. Petrópolis tem hoje 29 escolas municipais acima da média Brasil no 5º ano e 16 no 9º ano, e 39 escolas do 5º ano e 20 do 9º ano acima da média Petrópolis. Além disso, 83% das escolas tiveram um crescimento de índice acima da média estimada.



Prefeitura de Nova Friburgo promove curso sobre Bullying para professores e funcionários

A Secretaria Municipal de Educação está oferecendo curso de capacitação sobre o tema Bullying na Escola e Cyberbullying, com a psicóloga Sueli Meireles, para professores dos 4º, 5º e 6º anos de escolaridade e pessoal de apoio, nas seguintes datas e horários: 26 de maio, às 14h30 (já realizado); 02 de junho, às 14h30 (em aberto); 16 de junho, às 14h30 (em aberto); e 30 de junho, às 18h (já fechado para o Conselho Escolar).

Segundo o gestor de Capacitação e Formação Continuada, Felipe Martins, é de extrema importância que professores e demais funcionários participem, pois tem sido um tema muito solicitado em reuniões promovidas pela secretaria e através de e-mails. Cada curso comporta até 70 participantes e será realizado no auditório da SME (prédio da Oi).

As inscrições deverão ser feitas pelo e-mail <gestaocapacitacao@gmail.com> com o nome completo do professor e/ou funcionário para receber o certificado.

Presidente do TJRJ e prefeito de Teresópolis assinam Protocolo de Intenções

Cidade deve ganhar novo Fórum

O presidente do Tribunal de Justiça do Rio, desembargador Manoel Alberto Rebêlo dos Santos, se reuniu esta semana com o prefeito de Teresópolis, Jorge Mário Sedlacek, para a assinatura do Protocolo de Intenções para a cessão de um terreno onde deve ser construído o novo fórum do município.

"Vamos construir o fórum conforme prometido", adiantou o presidente Manoel Alberto. Durante a reunião, o juiz auxiliar da Presidência Carlos Augusto Borges lembrou ainda que a Comarca de Teresópolis foi, recentemente, elevada à Entrância Especial do Poder Judiciário estadual.

O prefeito Jorge Mário destacou a importância da iniciativa do TJRJ para a cidade de Teresópolis. "Estamos celebrando hoje uma vitória para o município", afirmou.

De acordo com o termo assinado, a Prefeitura deverá ceder uma área onde está localizada a Praça Governador Portela, no bairro de Várzea, para a construção das novas instalações do Fórum da Comarca de Teresópolis.

Secretaria do Ambiente do estado faz sessões de cinema abertas ao público

CineSea faz parte da campanha Ambiente de Portas Abertas e é gratuito

O CineSea no Inea é uma iniciativa da Secretaria de Estado do Ambiente e do Instituto Estadual do Ambiente que teve início há exatamente um ano, por ocasião da primeira edição da campanha Meio Ambiente de Portas Abertas.

As sessões de cinema que, em princípio, estavam programadas na agenda do evento, passaram a ser semanais, sempre com títulos novos, abertas ao público e gratuitas, inclusive a pipoca!

Os filmes, sempre de conteúdo socioambiental, cumprem o objetivo de entreter mas, sobretudo, de informar, transferir conhecimento e educar para a proteção do meio ambiente e de todas as formas de vida do planeta.

Na segunda edição da campanha Ambiente de Portas Abertas, que terá início na próxima semana, serão exibidos três novos títulos com sessões extras.

Serviço

Local:
Auditório da Sea-Inea (Av. Venezuela, 110)

Dia 30/5Home, o mundo é a nossa casa
Sessão extra: às 13h, para alunos do Ciep Juscelino Kubitschek, em Manguinhos.

De 1º a 6 de junho:
Comprar, tirar, comprar
Documentário para quem tem interesse em entender os mecanismos e o processo de formação da chamada obsolescência programada.
Horário da sessão: 16h
Duração: 52 minutos

Dia 2/06A história da água engarrafada
Curta metragem sobre o consumo consciente e tem como objetivo despertar o debate e a reflexão sobre essa questão.
Horário da Sessão: 16h
Duração: 30 minutos 

sexta-feira, 27 de maio de 2011

Tatyana estréia no Rio e Colker é aplaudida de pé




O mais novo trabalho de Deborah Colker foi buscar inspiração em um clássico da literatura universal, o romance em versos "Evguêni Oniéguin", de Púchkin. Em dois atos, a coreografia leva ao palco o próprio Púchkin interagindo com as ações, desejos, pensamentos e transformações psicológicas dos quatro protagonistas de sua obra-prima. A música, de compositores como Rachmaninov, Tchaikovsky, Stravinsky e Prokofiev, embala esta jornada atemporal ao âmago de uma história de duelos, desencontros, paixões e decepções.

Entradas antecipadas em http://www.ingresso.com.br/

Chuva deixa o Rio em "estágio de atenção"

 O Rio amanheceu sob uma forte chuva nesta sexta-feira. Por volta das 4h10m, o Centro de Operações da Prefeitura entrou em estágio de atenção. Bolsões d'água atrapalharam os motoristas, e o Aeroporto Santos Dumont opera com auxílio de instrumentos. Já o Aeroporto Internacional Tom Jobim funciona no visual. Segundo os dados da Georio, até as 10h35m, foram acumulados 41,6 mm em Jacarepaguá/Tanque, 43,2 mm na Grota Funda, 44,2 mm em Campo Grande, 48,2 mm no Alto da Boa Vista e 51,6 mm na Barra/Itanhangá. O Instituto Climatempo prevê que, à tarde e à noite, o tempo siga chuvoso, e a temperatura diminuia em relação à quinta-feira. De acordo com o Instituto Nacional de Meteorologia (Inmet), a máxima registrada ontem no Rio foi de 31,6°C. nesta sexta, a temperatura máxima na cidade deve ficar entre 24 e 26°C.
Trânsito continua complicado - No momento ( 15h57), o trânsito está complicado em várias áreas do Rio. Bolsões d'água se formaram em alguns trechos da cidade. É o caso da Praça da Bandeira. Também há alagamentos na Avenida Brasil, altura do Caju. Na Avenida Francisco Bicalho, na altura da Leopoldina, também há bolsões d'água. Na Rua Carolina Machado, um congestionamento é provocado também por bolsões d'água. Guardas Municipais estão no local orientando os motoristas.

19º Fashion Rio inspirado em amor proibido de D. Pedro I

Entre os dias 30 de maio e 4 de junho, o Rio de Janeiro será a capital brasileira da moda. É quando começa a edição Verão 2012 do Fashion Rio, no Píer Mauá. Inspirado no universo tropical, o evento apresenta o melhor da moda, arte e design em exposições e desfiles.
A 19ª edição do Fashion Rio promete aquecer o mercado, com o retorno das principais marcas de moda praia do país e a estreia de algumas outras. São 29 grifes que desfilarão no evento e 169 que participarão do salão de negócios Rio à Porter. Cerca de 90 mil pessoas circularão pelo Cais do Porto do Rio.
A Riotur terá um espaço lounge apresentando um conceito praiano carioca, com imagens da cidade maravilhosa. No dia 1º de junho, DJ MAM apresentará a trilha sonora “Oba Rio”, edição especial feita pelo projeto do músico, BRazilian Lounge, em parceria com a Riotur, criando o BRazilian Lounge Rio. Na trilha, o Rio de Janeiro é protagonista de uma história onde a cidade mostra seus encantos e como os turistas são bem recebidos.
A inspiração para o tema do Fashion Rio 2012 surgiu da troca de cartas, recheadas de paixão e sensualidade, entre D. Pedro I e sua amante, a Marquesa de Santos. E um percurso tropicalista, que passa por diversos movimentos, chega aos dias de hoje, mostrando ícones que influenciaram nossa cultura e comportamento. Esse Universo Tropical desenhou o lifestyle brasileiro, repleto de criatividade e sensualidade.
A programação da semana de moda começa no dia 29 de maio, com 10 grifes do Rio Moda Hype, e segue a partir do dia 30, com desfiles de 29 marcas mostrando o melhor da tendência para o Verão 2012.
Além da passarela, haverá três exposições. A primeira vai desvendar uma rede de significados, a partir de diferentes objetos - antigos, comuns e históricos - no Armazém 1. Será um espaço de observação e experimentação do percurso tropicalista.
Outra exposição, no Armazém 3, mostrará um mix de imagens das musas que inspiraram o Universo Tropical e transbordam, cada uma a sua maneira, a sensualidade e lifestyle dos trópicos. Um fio de inspiração entre as curvas das musas e do Rio de Janeiro levará a terceira exposição, que vai do
tropicalismo para o design.
A partir de desenhos de Oscar Niemeyer, o perfil do design contemporâneo carioca será exibido no Armazém 2, com uma mostra que reunirá obras de diversos designers de destaque e desenhos de projetos.
Para movimentar a economia, o salão de Negócios de Moda e Design Rio-à-Porter realizará sua 18ª edição, dando continuidade às mudanças das últimas edições que garantiram resultados ainda mais positivos.
Estarão reunidos compradores nacionais e estrangeiros altamente qualificados e grifes cuidadosamente selecionadas dentro de segmentos como moda feminina, masculina, praia e sustentável. A programação completa do Fashion Rio pode ser vista no site www.rioguiaoficial.com.br.
Fonte: Agência Rio

PM detém 28 pessoas em bar que abrigava jogos de azar no RJ

 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
Agentes do 26º Batalhão da Polícia Militar detiveram, na noite de quinta-feira, 28 pessoas em um bar que abrigava clandestinamente jogos de azar no centro de Petrópolis. A ação ocorreu entre 19h30 e 21h de quinta-feira no Tok Bilhar, na rua do Imperador, 593, centro da cidade. Ao chegar ao local, a polícia encontrou o proprietário do estabelecimento, Marcelo Coelho, jogando em uma das três mesas de sinuca, e anunciou a operação.
No local, foram apreendidos dois cadernos para anotações de jogos, várias caixas de baralho, fichas de jogos de diversos valores, R$ 1.573,60 e US$ 17 em dinheiro, além de quatro folhas de cheque totalizando R$ 635,70. Foram detidas em flagrante 28 pessoas e encaminhadas ao 105º DP para prestar depoimento.
De acordo com a Polícia Civil, o proprietário do bar disse que o estabelecimento tem seis anos, e só há cerca de dois anos ele montou uma mesa e começou a promover jogos. Coelho ainda afirmou à polícia que os valores apostados eram apenas contas que os próprios clientes teriam de pagar.
Após prestarem depoimento, os 28 envolvidos foram liberados. Todos terão que comparecer a uma audiência no Juizado Especial Criminal.
 
Fonte: Tribuna de Petrópolis On Line

Mapa Cultural de Teresópolis: aberta a consulta pública até 6 de junho

Já está aberto para consulta pública o cadastro do Mapa Cultural de Teresópolis. Desenvolvido pela Secretaria Municipal de Cultura, o Mapa Cultural consiste em um inventário com o cadastro de todos os artistas do município, nas mais diversas áreas culturais de Teresópolis. Em fase de finalização, o Mapa está agora aberto para consulta pública, ou seja, para que os próprios artistas acessem e verifiquem seus cadastros. Basta acessar o link http://www.mapaculturaltere.hd1.com.br.
No site, os artistas encontrarão uma lista de nomes e poderão conferir se seu nome já está cadastrado em sua devida área de atuação. Caso já esteja inscrito, o artista deve verificar se há alguma informação incorreta. E caso não esteja, basta a pessoa se cadastrar. Isso pode ser feito no próprio site ou através do email mapaculturaltere@gmail.com.
Contudo, é preciso ficar atento ao prazo. O período para realizar correções ou fazer inscrições de novos cadastros só vai até o dia 6 de junho. Após esta data, o mapa será finalizado para, então, ser disponibilizado à população através de arquivo digital e publicação impressa.
“Este mapa é um projeto que teve sua primeira semente lançada em 2009 e agora chega à fase de conclusão. Representa um grande avanço para o meio cultural do município, pois vai catalogar todos os artistas de Teresópolis, nas mais diversas modalidades e áreas de atuação, funcionando como uma importante ferramenta de fomento da cultura, além de dar maior visibilidade à classe artística. Por isso, é fundamental que todos os nossos artistas visitem o site e participem da consulta pública”, assinala o Secretário de Cultura, Ronaldo Fialho.

Estado apresenta projeto de R$ 8 milhões para a revitalização da Rua Teresa

Priorizar a acessibilidade e o conforto para turistas e clientes do principal polo de modas da cidade e dar um aspecto mais moderno à Rua Teresa são os principais objetivos do projeto de revitalização da área, que ainda neste ano deverá receber obras. O projeto vai exigir um investimento do estado estimado em R$ 8 milhões e prevê ampliação de calçadas, substituição da fiação aérea por rede subterrânea, arborização, instalação de postes e mobiliário padronizados – bancos, lixeiras, floreiras, bancas de jornais e de ambulantes.
O projeto prevê ainda a instalação de um sistema de drenagem adequado às necessidades da via, bem como a manutenção do número atual de vagas para estacionamento e criação de áreas específicas para carga e descarga de mercadorias. A substituição da fiação aérea pela rede subterrânea deverá ser uma das etapas iniciais das obras. “Esta é uma importante medida, que já tem um impacto visual muito grande. Ela é importante também para que se abra mais espaço para a realização das obras”, explica o subsecretário de Projetos de Urbanismo do governo do estado, Vicente de Paula Loureiro.
O subsecretário explica que o estado já dispõe de recursos para obras em uma área de 1.600 metros – trecho entre a Rua Visconde do Bom Retiro, Centro, e Rua Chile, no  Alto da Serra. Durante a audiência pública realizada anteontem, Vicente Loureiro disse que o estado vai analisar a reivindicação para que as obras possam ser estendidas até a Rua Aureliano Coutinho, atendendo assim à demanda dos lojistas. “Nos comprometemos a fazer o estudo de viabilidade para que as obras sejam estendidas no trecho entre as ruas Aureliano Coutinho e Visconde do Bom Retiro. É importante ressaltar que ainda não temos recursos para garantir as obras nesse trecho, mas vamos fazer o estudo, preparar o projeto e tentar captar estes recursos”, explica o subsecretário Vicente de Paula Loureiro.
Para viabilizar o projeto no trecho da Rua Teresa, a subsecretaria desenvolveu uma série de estudos, entre os quais viabilidade econômica, viabilidade técnica e mobilidade urbana, e fez um diagnóstico dos problemas hoje existentes no principal centro comercial da cidade. “A revitalização da Rua Teresa é uma reivindicação antiga dos lojistas. Todos sabemos que a realização de obras exige um período de sacrifício, mas a experiência brasileira de revitalização de áreas econômicas mostra que estas intervenções têm sido muito positivas, com valorização dos imóveis e retorno para os empresários”, explicou Vicente Loureiro. As intervenções serão realizadas com recursos captados do Banco Interamericano de Desenvolvimento (BID), via Prodetur.

Lojistas apresentaram dúvidas durante audiência pública

O projeto de revitalização da Rua Teresa foi apresentado aos lojistas em uma audiência pública realizada na noite de quarta-feira, no auditório do Centro de Modas da Rua Teresa. Apesar de conscientes dos benefícios que a revitalização da área pode trazer, lojistas se mostraram preocupados com questões como: o impacto econômico que as empresas irão sofrer durante as obras, com a situação do trânsito e com as vagas para estacionamento. “Como representante de 1200 lojistas, trazemos a preocupação com o impacto que pode haver no movimento durante as obras, pois o polo de modas ainda não se recuperou dos prejuízos causados por conta das chuvas de janeiro. Estamos muito apreensivos com o prazo de execução das obras”, disse o presidente da Associação de Lojistas da Rua Teresa (Arte), Eduardo Dias.
“Entendemos essa preocupação, mas é importante que se verifique que são questões diferentes, que devem ser tratadas de forma distinta e que podem se complementar. Uma coisa é a questão da recuperação econômica das cidades atingidas pela chuva, que já está sendo vista pelo estado, com recursos de outros projetos; outra questão é a revitalização dessa área, que será feita com recursos do Prodetur”, disse Vicente Loureiro.
O subsecretário lembra que a audiência pública realizada na noite de quarta-feira foi a primeira de uma série de reuniões que deverão ser realizadas antes do início das obras. “Estamos aqui hoje para apresentar o projeto inicial. Nos estudos realizados, procuramos dar atenção às reclamações que foram apresentadas por lojistas de outras áreas da cidade que passaram pela revitalização, como a Rua 16 de Março e Rua do Imperador. Observamos estes pontos, pois não queremos repetir os mesmos erros, mas durante a execução não há como se evitar algum transtorno. Estamos aqui hoje para conversar com os comerciantes, ouvir sugestões e sanar dúvidas. Estamos trazendo um projeto hoje e, se for necessário, faremos os ajustes para atender às necessidades dos lojistas, dentro do limite de possibilidades do Prodetur”, explicou.

JAQUELINE RIBEIRO
Redação Tribuna de Petrópolis


Prefeitura amplia convênio com agricultor familiar dobrando o número de participantes

















A partir do convênio firmado entre a Prefeitura de Petrópolis e a Associação de Produtores de Hortifrutigranjeiros (APHERJ), dobrou o número de agricultores familiares do município que fornecem alimentos para a merenda escolar da rede municipal de ensino, subindo de 21 para 48 participantes. Essa iniciativa fez com que o valor repassado aos produtores rurais praticamente triplicasse em 2011, passando de R$ 151.913,78 para R$ 430.945,19, possibilitando a geração de emprego e renda no setor.
Atualmente é fornecido 1/3 dos produtos da merenda escolar, mas a meta é chegar em 2012 a 100%. A Lei Federal nº 11.947/09 garante que uma cota de, no mínimo, 30% da verba do Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação (FNDE) seja utilizada para a compra de produtos da agricultura familiar, mas o prefeito de Petrópolis, Paulo Mustrangi, quer ir mais além e chegar a 40% da verba do fundo.
“Hoje são R$ 400 mil e vamos chegar a R$ 1,6 milhão garantindo diversificação dos produtos e maior renda para o agricultor, o que consequentemente vai aquecer o setor e gerar emprego. Vamos poder colocar cada vez mais verduras e legumes frescos na mesa de nossas crianças”, destacou o prefeito de Petrópolis Paulo Mustrangi, ao lado do presidente da APHERJ, Justo Mesquita da Costa, na cerimônia de assinatura do convênio realizada no dia 25 de maio na Subprefeitura, em Itaipava.

Agricultores estão se legalizando para participar do convênio


Cada produtor rural tem direito a fornecer até R$ 9 mil por ano e deve apresentar a DAP (Declaração de Aptidão ao Pronaf). Com esse projeto, os produtores do município estão se legalizando e confirmando a força da agricultura local.
“No Bonfim, tínhamos nove produtores organizados participando da merenda escolar e agora temos mais de 40 legalizados. Quem está entregando na escola não são atravessados, são os agricultores. Antes nossos produtos desciam para o CEASA, no Rio de Janeiro, e voltavam machucados e mais caros. Além da legalização dos produtores, esse convênio garante a qualidade e a distribuição dos produtos, que vem sendo desenvolvida para garantir uma boa recepção, com caixas apropriadas, sem produtos machucados ou amassados”, disse o secretário da STA, Charles Rossi.
O secretário de Educação, William Campos, ressaltou a importância desse convênio para os alunos e para os agricultores, que poderão se planejar para diversificar os produtos e atender a demanda da merenda escolar, já que a Secretaria lançará o novo cardápio.
Essa diversificação faz parte das metas dos produtores rurais, como explicou o diretor da APHERJ, Paulo Aguinaga, que ressaltou a tradição da agricultura em Petrópolis, mas que acontecia de forma isolada, cada um cuidando da sua lavoura. E que agora, com as novas oportunidades garantidas no atual governo com a participação das esferas federal, estadual e municipal, está possibilitando o crescimento do setor.
O presidente da Emater, Justino Antonio da Silva, lembrou do trabalho realizado para a recuperação das estradas vicinais para permitir o escoamento dos produtos, que estava prejudicada por conta das chuvas de janeiro, e continuou à disposição do município que até hoje conta com nove equipamentos, entre tratores, retroescavadeira e outras máquinas pesadas.
A cerimônia contou com a participação do vereador Renato Thomé, o secretário de Trabalho, Assistência Social e Cidadania, Luis Eduardo Peixoto, o diretor do Departamento de Agricultura da STA, Leonardo Faver, agricultores, profissionais da educação e alunos da Escola Municipal Augusto Pugnaloni.
Fonte: Ascom PMP

Detran abre postos sábado e domingo para atender agendados não atendidos hoje

Problemas no sistema suspenderam temporariamente os serviços de registro de veículos e habilitação

O Detran informa que problemas no sistema suspenderam temporariamente os serviços de registro de veículos e habilitação. Por este motivo, os postos de habilitação e vistoria funcionarão integralmente no sábado(28/05) e no domingo(29/05), para atender as pessoas que estavam agendadas para a manhã desta sexta-feira(27/05).

quarta-feira, 25 de maio de 2011

Bernardo Rossi e Paulo Igor querem alternativa para a linha Petrópolis- Castelo

Deputado petropolitano enviou ofício ao prefeito do Rio, Eduardo Paes, cobrando uma alternativa

O deputado estadual Bernardo Rossi (PMDB), apoiado pelo presidente da Câmara de Vereadores, Paulo Igor (PMDB) apelou para que a prefeitura do Rio consiga uma alternativa para o ponto de parada dos ônibus da linha Petrópolis-Castelo. Petropolitanos que estudam e trabalham na capital e usam a linha como meio mais rápido de chegar ao Centro da cidade foram surpreendidos com o anúncio de que as paradas, a partir de julho, serão proibidas no terminal Menezes Cortês.
-É claro que a cidade tem de se preparar para a Copa do Mundo e os Jogos Olímpicos, mas que a prefeitura do Rio apresente uma alternativa mais viável próximo ao Centro. Retirar estas linhas de circulação também afeta diretamente o já comprometido trânsito no entorno da Rodoviária Novo Rio que, com a mudança, passará a ser o único embarque-desembarque. Vai sobrecarregar ainda mais", afirma Bernardo Rossi.
O prefeito do Rio, Eduardo Paes e o vice-prefeito, Carlos Alberto Muniz, receberam ofício do deputado estadual pedindo estudo de um alternativa para a linha Petrópolis-Castelo. Na sessão de ontem, na Câmara de Vereadores, o presidente do legislativo petropolitano, Paulo Igor, também abordou o assunto. Ele recolheu assinaturas dos demais vereadores em um documento que também será enviado à prefeitra carioca.
Os engarrafamentos no acesso ao Rio têm, segundo Paulo Igor, inviabilizado os contatos comerciais e estudantis entre as duas cidades. "Entendemos que o planejamento urbano é necessário, no Rio, nessas e outras circunstâncias, mas são centenas de petropolitanos acessando o Centro da capital não só nas linhas regulares, mas em ônibus fretados. Hoje, os engarrafamentos se iniciam ainda no início da Washington Luiz e as viagens de carro ou de ônibus duram, muitas vezes, mais de três horas. Também precisamos de meios para tornar proveitosa a proximidade que temos com a capital".
Fonte: Assessoria

Rio é o estado que mais concentra investimentos no mundo




Investimento de € 100 milhões da empresa RHI soma-se aos mais de R$ 240 bilhões que
serão aplicados até 2020 em território fluminense

Atraída pelo cenário econômico favorável do Estado, a RHI, líder mundial na fabricação de tijolos refratários para alto-forno de siderúrgicas, é a próxima indústria a se instalar no Rio de Janeiro. O investimento inicial é de € 100 milhões, que se somados aos mais de R$ 240 bilhões que serão aplicados até 2020, fazem do Rio de Janeiro a região que mais concentra recursos no mundo, considerando-se a dimensão territorial (43,7 mil km²).

A estimativa é da Secretaria de Desenvolvimento Econômico, Energia, Indústria e Serviços, que acompanha o levantamento feito pela Federação das Indústrias do Estado do Rio de Janeiro (Firjan) sobre a instalação de novos empreendimentos.

– Na verdade, os valores serão maiores porque há migrações na cadeia produtiva dos setores contemplados e novas propostas continuam chegando – diz o secretário de Desenvolvimento Econômico, Julio Bueno.

Para a implantação da unidade, o conselho fiscal da RHI-AG, grupo que controla a empresa, adquiriu um terreno de 980 mil m² nos limites do Distrito Industrial de Queimados, às margens da Rodovia Presidente Dutra, na Baixada Fluminense.

Inicialmente, a fábrica irá gerar 300 empregos diretos e 1.200 indiretos, sendo que 90% da mão de obra serão compostas por brasileiros, de preferência residentes no município de Queimados e entorno. A capacidade de produção para alto-fornos de siderúrgicas será de 40 mil toneladas por ano de tijolos básicos queimados, 30 mil toneladas/ano de tijolos colados com resina e outras 30 mil toneladas/ano de argamassa e misturas básicas.

Petróleo lidera investimentos

Somente em infraestrutura, o Rio receberá R$ 15,5 bilhões em obras como o Arco Metropolitano, a revitalização da Zona Portuária, os corredores BRTs, as novas linhas do metrô e a aquisição de 30 trens para a SuperVia.

O setor de exploração e produção de petróleo lidera o ranking com recursos de R$ 83 bilhões. Do total estipulado pela Firjan até 2013, 75% correspondem a investimentos industriais, com destaque para o Complexo Petroquímico de Itaboraí (Comperj), maior aplicação individual da história da Petrobras, que soma R$ 14,6 bilhões.

O Parque Tecnológico do Fundão, único espaço no mundo a reunir tantas empresas com o mesmo objetivo, tornou-se a ‘menina dos olhos’ das grandes companhias com a descoberta de óleo na camada pré-sal. Schlumberger, Halliburton, Baker Hughes, FMC, Usiminas e General Eletric anunciaram projetos para a área, com aplicação de R$ 700 milhões e geração de 1.400 empregos altamente qualificados.

A extração de óleo em águas profundas alavancou a demanda da indústria naval, que investirá mais de R$ 4 bilhões até 2014 na instalação e reativação de estaleiros, como o OSX, orçado em R$ 3,3 bilhões, que prevê 12 mil empregos diretos no Norte Fluminense.

O Rio de Janeiro também assumirá a liderança do setor siderúrgico, devido ao aporte de R$ 21,1 bilhões. Além da CSA ThyssenKrupp Companhia Siderúrgica, em Santa Cruz, que começou a operar em 2010, duas usinas do mesmo porte – uma da chinesa Wisco e outra do grupo Ternium – serão erguidas na Região Norte, no Complexo do Açu.

O Porto do Açu, em construção no Norte Fluminense pelo Grupo EBX, terá capacidade para operar com navios de grande porte e será ligado a rodovias e ferrovias que permitirão o escoamento da produção das regiões Centro-Oeste, Sudeste e Sul do Brasil. Na Região Metropolitana, outros três terminais portuários serão construídos pelas maiores empresas brasileiras, como CSN, Gerdau, LLX, Petrobras e Usiminas. Quando entrarem em operação, servirão para escoamento de minério de ferro e cargas gerais. No mesmo local, a Petrobras vai montar sua principal base para exploração e produção de petróleo no pré-sal, gerando 20 mil novos empregos.

A Michelin investirá R$ 650 milhões em sua quinta fábrica no Rio, em Itatiaia, no Médio Paraíba. Na mesma região, a PSA Peugeot Citroën empregará R$ 1,5 bilhão na expansão de sua produção. A MAN (Volkswagen Caminhões e Ônibus) também começa a atingir escala suficiente para atrair fornecedores para o estado.


Consórcio chinês planeja instalar fábrica de trens no estado




Estado terá base de empresa responsável por fabricação e manutenção de equipamentos ferroviários

A Secretaria de Transportes, a Prefeitura de Três Rios e a empresa local TTrans, especializada na fabricação e manutenção de equipamentos ferroviários, assinaram ontem um Acordo de Cooperação Técnica com o consórcio chinês liderado pela empresa China Machinery Corp (CMC), que estuda a instalação de uma fábrica no estado do Rio.

A empresa chinesa é responsável pela fabricação dos 30 trens urbanos comprados pelo Governo do Estado para o sistema operado pela SuperVia - e que começam a ser entregues já nos próximos meses. A aquisição faz parte do compromisso firmado através do PET, Programa Estadual de Transporte do estado, e está entre os investimentos previstos para a Copa de 2014 e Olimpíadas de 2016.

Pra o secretário de Transportes, Julio Lopes, a fixação de uma base da empresa chinesa no Rio desoneraria o custo da manutenção dos novos trens, além de abrir uma janela de oportunidade para novos negócios.

– O sistema ferroviário urbano vive um momento de franca expansão. Na próxima semana estaremos reunidos na China para conferir o primeiro dos 30 trens, todos com ar condicionado, que proporcionarão um surpreendente avanço no nível de conforto e agilidade no sistema. Com essa parceria, teremos garantia e assistência técnica para as nossas composições sem tempo limite – disse Julio Lopes.

Crianças de UPPs vão assistir a espetáculos no Maracanãzinho

Temporada do Disney On Ice começa nesta quarta-feira e vai até domingo

Cerca de 1.600 crianças do Projeto Rio 2016, desenvolvido pela Secretaria de Estado de Esporte e Lazer em comunidades onde foram implantadas Unidades de Polícia Pacificadora (UPPs), assistirão ao espetáculo Disney On Ice, Aventuras em Walt Disney World. As apresentações acontecem no Maracanãzinho, desta quarta-feira (25/5) a domingo (29/5). São crianças com idades entre sete e 12 anos. Entre elas, muitas nunca tiveram a oportunidade de assistir a um espetáculo artístico.

Os ingressos estão à venda na bilheteria 2 do Maracanãzinho, que fica aberta diariamente das 9h às 17h, na rua Prof. Eurico Rabelo s/n, Portão 20. Mais informações sobre o espetáculo podem ser obtidas pelo telefone 4003-6464 ou pelo site: http://premier.ticketsforfun.com.br/ .

Carlos Minc apresenta ações socioambientais do Estado em mesa-redonda

Encontro da Anpur acontece nesta quinta-feira, às 9h, no Centro do Rio

O secretário de Estado do Ambiente, Carlos Minc, participa, nesta quinta- feira (26/5), da mesa-redonda Dimensões da Política: o Social/o Ambiental, no XIV Encontro Nacional da Anpur (Associação Nacional de Pós-Graduação e Pesquisa em Planejamento Urbano e Regional).
A mesa-redonda será coordenada por Lúcia Cony, da UNB. Farão também parte da mesa-redonda Maria Célia Nunes Coelho, da UFRJ, Maria Lúcia Refinetti, da FAUUSP, e Henri Acselrad, da UFRJ.
O XIV Encontro Nacional da Anpur tem como tema geral Quem Planeja o Território? Atores, Arenas e Estratégias.

Serviço
 XIV Encontro Nacional da Anpur
Quando: quinta-feira (26/5); às 9h
Onde: Hotel Windsor Guanabara (Av. Presidente Vargas, 392, Centro, 5º andar)

Obrigado a todos pelas dezenas de informações diárias!!!!

O Acontece na Serra agredece a todos os colaboradores que diariamente enviam notícias, informações e mensagens para o blog. Do pessoal das assessorias de imprensa do Governo do Estado e Prefeituras da região, aos amigos que atuam nos jornais, emissoras de tvs e rádios. Com esta corrente de informações via blog, twitter, facebook, orkut e etc., estamos levando informações para milhares de pessoas. Não publico todas porque o blog não tem a intenção de concorrer com a grande imprensa, mas divulgo todas as informações que acredito ser de interesse dos moradores de nossa região e também que podem auxiliar à toda população. Obrigado, galera!!!!!!!

Agente da Autran salva vida de criança em Nova Friburgo

Criança engasgou com uma bala dentro do carro e foi salva por agente


Foto: Josiane Melo

Clique na imagem para ampliar

Nem só de autuações vivem os agentes da Autarquia Municipal de Trânsito de Nova Friburgo. Laércio José da Silva, que completa 39 anos na próxima sexta-feira (27) e há dois trabalha na Autran, salvou a vida de uma criança próximo a ponte 7 de Setembro, no centro da cidade. O Superintendente, Cel. Celso Novaes, diz que o bom senso é sempre a melhor opção e pode salvar vidas.

No dia a dia, os agentes de trânsito lidam com motoristas que dirigem em alta velocidade ou falam ao celular desrespeitando as Leis do Trânsito, e pedestres que não respeitam a faixa, por exemplo. No entanto, Laércio pôde ajudar a salvar a vida do menino Estévão, de três anos.
Um carro, com um casal e uma criança, parou próximo à viatura da Autran e a mãe, Andrea Schimidt, em desespero pois a criança já apresentava os lábios arroxeados, pediu ao agente para ajudar a salvar a vida de seu filho que havia engasgado com uma bala. Imediatamente, Laércio, sentado, colocou a criança de bruço sobre as suas pernas e bateu-lhe nas costas duas vezes, o que fez com que a bala fosse arremessada para fora da boca e os lábios pudessem ir aos poucos voltando ao normal. O superintendente da Autran, Cel. Celso Novaes, ao saber do incidente, lembrou que a maioria das pessoas esquece que não é permitido comer qualquer coisa dentro de um veículo em movimento.
Laércio, sempre que possível, participa de Cursos de Primeiros Socorros promovidos pelo 11º Batalhão da Polícia Militar e por isso se sentiu apto a ajudar. Pai de um adolescente e de uma menina, o agente diz que não foi a primeira vez que esteve em uma situação parecida. “Salvei a mãe de um vizinho, que estava sofrendo um infarto; fiz os primeiros procedimentos necessários para que fosse possível encaminhar a senhora ao hospital mais próximo. A primeira coisa que penso em situações como essas é que devo ficar calmo e como posso ajudar.”, comenta Laércio.

Decisão da Prefeitura do Rio acaba com a linha de ônibus Petrópolis-Castelo

A partir de julho, as linhas intermunicipais Petrópolis X Castelo deixarão de existir, prejudicando uma média de 600 petropolitanos, diariamente. Os ônibus que fazem o percurso serão proibidos de entrar no local, e uma das causas seria o início das obras de preparação do Rio de Janeiro para os jogos olímpicos de 2016, entre elas a demolição do elevado da perimetral.
A medida, entretanto, ainda deve ser publicada nos próximos dias, pela Prefeitura Municipal do Rio de Janeiro, mas, segundo Luiz Assumpção, diretor da Viação Unica, a empresa já vem sendo alertada da futura proibição. “Centenas de pessoas serão prejudicadas, mas a empresa não tem o que fazer a não ser atender a determinação, da mesma forma que aconteceu em Petrópolis”, disse, se referindo à transferência do terminal rodoviário do Centro para o Rio de Janeiro.
Sem o Castelo, a única opção para quem vai ao Rio de Janeiro será desembarcar na Rodoviária Novo Rio. O percurso até o Terminal Menezes Cortes é de aproximadamente seis quilômetros e pode ser feito em menos de 15 minutos, mas a viagem pode levar mais de uma hora, por conta dos constantes congestionamentos, principalmente após as 8h, quando as retenções começam a se formar.
Ontem, entretanto, uma alteração no itinerário do ônibus que faz a linha Itaipava x Castelo, partindo às 6h, irritou usuários. O coletivo, que antes seguia direto, desde ontem está passando pela Rodoviária Novo Rio, o que teria provocado o aumento no tempo de viagem. De um lado, passageiros afirmam que não foram avisados com antecedência, mas por outro a Viação Unica afirma que desde a última sexta-feira foram afixados avisos nos veículos, alertando que os horários extras passariam pelo local.
Segundo o usuário Luiz Eduardo Basílio, ontem foram necessárias três horas para que passageiros que embarcam em Itaipava conseguissem chegar em seu destino, no Terminal Menezes Cortes. Segundo ele, uma das explicações seria que não esta havendo ocupação total de bancos e, para atrair um número maior de passageiros, o percurso teve que ser aumentado. “Isso não é verdade. O ônibus já sai de Itaipava com, aproximadamente, 20 passageiros. Passa pela Rodoviária do Bingen e completa. Vez ou outra sobram alguns assentos vagos, mas não é sempre”.
Ele afirma que as mudanças foram feitas sem qualquer aviso. “Há 15 dias alteraram o horário. O ônibus que saía de Itaipava às 6h20 foi antecipado para as 6h, o que me beneficiou muito, pois não preciso mais sair de casa mais cedo para me deslocar até o Bingen”, disse, salientando que mora em Nogueira.
Morador em Nogueira, ontem Luiz Eduardo levou três horas para chegar ao Castelo, no Rio de Janeiro. “O que queremos é entender o que aconteceu. Simplesmente fizeram uma mudança, ignorando as necessidades dos passageiros. É claro que alguns foram beneficiados, mas me senti lesado, pois se tivesse sido avisado com antecedência teria opção”, disse, salientando que chegou ao trabalho com quase uma hora de atraso.
Segundo Luiz Assumpção, diretor da Viação Única, o ônibus que saiu de Itaipava às 6h concluiu a viagem às 8h20. “Isso foi confirmado no tacógrafo do ônibus. Ao mesmo tempo, o coletivo que saiu de Petrópolis cerca de 20 minutos depois só conseguiu chegar em seu destino depois das 9h da manhã, por conta do congestionamento provocado pelo início de uma obra”, garante.

( Informação Tribuna de Petrópolis)

Poucas mudanças no Parque do Imbuí, em Teresópolis


Após 120 dias, apenas a luz e alguns acessos foram restabelecidos.
Rua Novo Circuito continua “intocada”

Foto: Marcellos Medeiros
Na Rua Novo Circuito a situação continua a mesma: muitos paralelos soltos que dificultam a passagem de pedestres pelo local
Ainda muita lama e muita destruição compõem o cenário do Parque do Imbuí, pouco mais de 120 dias após a tragédia. Há um mês estivemos no bairro, e desde então quase nada mudou. Com exceção da energia elétrica e de alguns acessos que foram restabelecidos na localidade de Cambucá, pouca coisa está diferente. A Rua Novo Circuito, bastante afetada pela tragédia, continua em uma situação precária. Moradores pedem mais cuidado com o bairro, que ainda tem muitos habitantes.

Chegando ao bairro, estivemos na Rua Novo Circuito, onde parte da via foi completamente destruída por conta da chuva. No local, os paralelos foram arrancados, e diversas pedras pesadas, desceram da encosta e estão no meio da via. não bastassem esse problemas, esse trecho também não possui energia elétrica, o que o obriga os moradores a terem que dar uma grande volta pelo outro lado da via, que dá acesso à Rua Ernesto Geisel. Além disso, nesse trecho que está destruído, não existe iluminação pública, o que dificulta ainda mais a passagem dos pedestres. O que mais impressiona, é mesmo com a reportagem feita por nossa equipe há cerca de um mês, nada mudou. O descaso com a população da região continua igual.

Roberta de Araújo, falou sobre esse problema pelo qual a comunidade tem passado. Segundo ela, ninguém que representasse o poder público esteve no local para dar uma posição sobre melhorias na Rua Novo Circuito. “Quando começa a chover nós não conseguimos passar aqui por este lugar. Está tudo interditado, escorregando e a gente nem pode sair de casa. Além disso, quando chove a gente já fica apavorado, pensando que mais pedras podem rolar. A gente está em uma situação terrível aqui neste lugar”, disse ela.

Ela afirma que nenhuma equipe da Secretaria de Obras e Serviços Públicos esteve no local para tentar melhorar o estado da via. “Ninguém esteve aqui ainda. Pelo menos eu ainda não vi ninguém aparecer por aqui. Está tudo do mesmo jeito desde o dia 12 de janeiro. As pedras, por exemplo, estão no mesmo lugar desde então. Não mexeram em nada, quem mexeu aqui foi o povo para poder passar”, lembrou.

 Joanna Medeiros (Diário de Teresópolis)

Convênio entre Estado e Perinatal já salvou 272 crianças com problemas cardíacos

Equipamentos de ponta, médicos especializados e atendimento de emergência
 garantem taxa de sobrevida de 93%

Aos três meses de idade, Sofia Siqueira foi diagnostica com insuficiência mitral congênita, doença cardíaca que causa pneumonias recorrentes. Depois de passar por várias internações, ela foi encaminhada, no último domingo (22/5), para o maior e mais moderno hospital materno-infantil do Rio de Janeiro, a Perinatal Barra da Tijuca, na Zona Oeste da cidade. Na tarde desta terça-feira (24/5), Sofia foi operada após 60 dias de espera e se tornou a 272ª criança a ter sua vida salva graças ao convênio assinado há um ano e seis meses entre a Secretaria de Saúde e Defesa Civil e o Grupo Perinatal.

- A Sofia ficou entre a vida e a morte. Quando soube da doença fiquei muito nervosa. Em uma cirurgia como está gastaria cerca de R$ 40 mil e não teria condições de pagar. Esta parceria mudou tudo. Recebemos todo o suporte do governo, que nos trouxe de ambulância de Petrópolis, onde moramos, até o hospital. Minha filha está sendo operada, mas a confiança nos médicos é tão grande que não estou nem um pouco nervosa. Agora, sei que ela levará uma vida normal - contou a mãe de Sofia, Gilcilene Siqueira.

Preparada para voltar para casa, em Angra dos Reis, a dona de casa Jasllana Mamede não escondia a felicidade de ver seu filho Messias recuperado. Com 1 ano e 1 mês, Messias passou na semana passada por uma cirurgia de correção definitiva de cardiopatia congênita, que fazia com que seus pulmões se enchessem de sangue. Depois de seis horas de intervenção cirúrgica, que custa em média R$ 30 mil na rede privada, o pequeno já está pronto para voltar para sua rotina e seus três irmãos.

- Meu filho esperou um ano para operar. Nunca imaginei que ele fosse fazer a cirurgia, mas depois de descobrir o programa tudo aconteceu muito rapidamente. Foi muito difícil vê-lo doente e precisando de ajuda, me deu medo. Ao chegar à Perinatal e ver todo o aparato moderno que tinham para salvar a vida do Messias, minhas esperanças foram renovadas. Graças a Deus, meu filho saiu bem da sala de operações e está bem, ele renasceu - disse Jasllana.

Programa atende a 35% da demanda do Estado

Por meio do Programa de Cirurgia Cardíaca Neonatal e Pediátrica da Secretária de Saúde e do Grupo Perinatal, 35% da demanda do Estado do Rio já foi atendida. Os equipamentos de última geração e os médicos especializados da instituição, assim como o atendimento de emergência disponibilizado pela Secretaria de Saúde, com helicópteros e ambulâncias para transporte de pacientes, são importantes para que a taxa de sobrevida após as cirurgias, de 93%, esteja entre as melhores em todo o mundo.

- Pacientes de vários municípios fluminenses, como Saquarema e Campos, por exemplo, já foram encaminhados à Perinatal. Poucos hospitais no país oferecem serviços de qualidade como o grupo, e os números comprovam o sucesso do programa. Além do convênio com a Perinatal, o governo conta com a parceria de outros 20 hospitais particulares, que disponibilizam 230 leitos em UTIs neonatais - afirmou o subsecretário de Atenção à Saúde, Alfredo José Monteiro Scaff.

Os pacientes beneficiados pela parceria são encaminhados pela Central de Regulação de Vagas para a Perinatal da Barra da Tijuca automaticamente quando não há vagas no Instituto de Cardiologia de Laranjeiras, que através do SUS no Rio já operou 420 crianças com problemas cardíacos. Uma equipe de 11 cirurgiões, enfermeiros e instrumentistas se dedica a operar mensalmente cerca de 25 pacientes entre recém-nascidos e jovens de 18 anos, vindos de hospitais estaduais e municipais de todo o estado.

- Na Perinatal, temos uma infraestrutura diferenciada: há leitos separados por pacientes e monitoramento especializado para um acompanhamento pós e intra operatório para garantir os bons resultados. Temos todos os recursos para fazer cirurgias complexas. Por ano, mil pacientes nascem cardiopatas e apenas 300 são atendidos. Sem o convênio com o Governo do Estado do Rio de Janeiro, muitas crianças estariam condenadas - explicou a coordenadora do Programa de Cirurgia Cardíaca Neonatal e Pediátrica, Sandra Pereira.

Ação retira 76 pessoas da cracolândia do Jacarezinho, no Rio

Desde o dia 31 de março, 691 pessoas foram retiradas das ruas

Uma operação conjunta da Polícia Militar, Polícia Civil e da Secretaria Municipal de Assistência Social (SMAS), realizada na manhã desta quarta-feira (25/05), retirou 76 moradores de rua da cracolândia da Favela do Jacarezinho, na zona norte da capital. No total, foram recolhidos 60 adultos e 16 crianças e adolescentes. Durante a operação, também foram apreendidas maconha e cocaína.

As crianças e os adolescentes foram encaminhados para a Delegacia de Proteção à Criança e ao Adolescente (DPCA), os homens para a 17ªDP (São Cristóvão) e as mulheres para a 21ª DP (Bonsucesso).

Esta é a nona ação realizada pela SMAS em parceria com as polícias, a terceira somente no Jacarezinho. Desde o dia 31 de março, 691 pessoas foram retiradas das ruas (538 adultos e 153 crianças e adolescentes).
 

terça-feira, 24 de maio de 2011

Teresópolis tem etapa de Estadual de Jiu-Jitsu Olímpico




Circuito tradicional que já existe há oito anos tem neste domingo etapa pela primeira vez

O Circuito Estadual de Jiu-Jitsu Olímpico é um torneio de Jiu-Jitsu disputado em três etapas no Estado do Rio de Janeiro e pela primeira vez sobe a Serra para ser realizado na cidade de Teresópolis com mais de cinqüenta academias. Nada mais justo, uma vez que a cidade tornou-se há muito tempo um verdadeiro celeiro de campeões da Arte Suave como Pé de Chumbo, Robson Moura, Fabrício Nascimento, Soneca, Jair Sorriso e tantos outros que defendem o jiu-jitsu e o MMA pelo mundo, levando no mais alto dos pódios a cidade de Teresópolis. No domingo, a partir das 9 da manhã, os lutadores e simpatizantes do Jiu-Jitsu têm um programa alto nível para o dia todo. A 3ª Etapa do Circuito Estadual de Jiu-Jitsu Olímpico no Ginásio Pedrão.

A frente da organização do Circuito pela primeira vez em Teresópolis, o Professor Rogério Siqueira falou com em reportagem à Diário TV sobre o Circuito debutante na Região Serrana “Essa competição a gente está trazendo com a realização da Federação Olímpica de Jiu-Jitsu de Niterói, com o Mestre Walter Nogueira e o objetivo é animar sempre os praticantes da arte marcial aqui em Teresópolis, para que possamos continuar a produzir campeões em nossa cidade”, informa o professor. Com esta parceria com a Federação, Teresópolis recebeu o direito de participar anualmente deste circuito que visa organizar a arte marcial pleiteando uma vaga entre os esportes olímpicos, o que favoreceria demais o Brasil.

A primeira etapa foi realizada em Niterói, bem como a segunda, ambas no Clube Canto do Rio com a participação de centenas de competidores de diversas academias do Estado, mostrando a força desta arte marcial no Rio de Janeiro “Graças a Deus nós fomos honrados com uma etapa em nossa cidade e poderemos participar deste processo de organização que a Federação Olímpica vem implementando para conseguir que o Jiu Jitsu seja considerado finalmente um esporte olímpico e para isso nós contamos com todos os atletas teresopolitanos e o público também enchendo o Pedrão neste domingo, para mostrar a força deste esporte em Teresópolis”, convida o professor.

As equipes teresopolitanas que irão participar são Rogério Siqueira, A2 Jiu Jitsu, Pit Bull Teresópolis, Academia Geremias, Nova Barra, Academia Gato Guerreiro, Brazilian Jiu Jitsu, Academia Lutando Para Vencer, Academia Lutando para o Bem, Academia Abias, Academia Cheque Mate, entre outras que somam mais de 15 academias: “A expectativa é de que tenhamos mais de cinqüenta academias em Teresópolis lutando por medalhas”, informa o professor que contabiliza uma média de 350 lutadores em um só dia no Pedrão e – possivelmente – um ginásio lotado de amantes da arte prestigiando o evento que terá ainda a participação das academias De La Riva, Pitt Bull Magé, Gordo Jiu-Jitsu, Gracie Barra do Rio de Janeiro e Liga Cabofriense de Desporto Jiu Jitsu.

O Pedrão vai estar de portas abertas neste domingo para os amantes do Jiu Jitsu a partir das 9hs, com entrada franca “Vale a pena vir incentivar os atletas teresopolitanos que irão enfrentar adversários duríssimos de vários municípios do Estado, principalmente os cascudos de Niterói e Rio de Janeiro. Venha e traga a sua família. A segurança será total e o Pedrão vai ficar lindo com a galera do Jiu Jitsu”, convida o professor Rogério, empolgado com o evento.

PCCS do magistério de Petrópolis está prestes a virar realidade

Mais da metade do Plano de Carreira e Remuneração dos Profissionais da Educação Pública Municipal, o PCCS, já está pronto. Essa iniciativa inédita do município está sendo comandada por membros do governo municipal em reuniões realizadas, em média, três vezes por semana, e sendo discutida com a categoria para consolidar uma política de valorização permanente do profissional da Educação.
“Pela primeira vez na história de Petrópolis o plano foi levado a sério. Estou muito feliz com a atuação dos membros do governo que estão se dedicando muito mais do que qualquer um possa imaginar. Estou orgulhoso e feliz”, declarou o secretário de Educação, William Campos.
A meta estabelecida pelo governo municipal para que o PCCS se torne realidade está sendo cumprida. O trabalho é realizado com o objetivo de ser bom para o servidor e possível de ser cumprido pelo poder público.
“A equipe da Subsecretaria de Finanças tem se empenhado em preparar um plano com a maior valorização possível para o servidor sem causar impacto financeiro aos cofres públicos”, disse a subsecretária de Finanças, Fernanda Carvalho.
Como a cidade nunca contou com um PCCS, o objetivo é estabelecer perspectivas para o futuro, pensando naqueles que já atuam na Educação do município e também nos profissionais que venham a integrar o quadro.
“Estamos atualizando questões jurídicas com base nas leis federais, que vão tornar o plano mais moderno e condizente com a nossa realidade. Isso implica em garantir os direitos dos servidores, já que hoje muitos precisam recorrer à Justiça para ser atendidos”, afirmou a chefe de Gabinete, Sheila Guimarães.
Na tarde dessa segunda-feira (23), os membros do PCCS se reuniram mais uma vez, e, antes disso, na parte da manhã, a minuta do plano foi apresentada aos servidores da Educação para que pudessem avaliar os pontos realizados, como progressão e promoção funcional e qualificação profissional.
“O trabalho vem sendo feito com o objetivo de encerrar um longo ciclo de uma época em que o servidor não verificava sua importância e nem era reconhecido por parte da administração municipal”, declarou o secretário de Fazenda, Hélio Volgari.
Os aposentados não estão de fora desse plano e serão contemplados com essa iniciativa do prefeito de Petrópolis, Paulo Mustrangi.
“O plano é uma reivindicação antiga e que o prefeito está atendendo. Da mesma forma que o servidor ativo, o aposentado será beneficiado. A maioria tem aposentadoria por paridade, o que causará reflexos também em seus vencimentos, de acordo com o aprovado no PCCS”, finalizou o presidente do Inpas, Claudinei Portugal.

Professores do Rio de Janeiro receberão Cartão Auxílio Qualificação

Mais de 40 mil docentes serão beneficiados com uma carga inicial de R$ 500

A Secretaria de Estado de Educação concederá, até o dia 22 de junho, o Cartão Auxílio Qualificação aos professores regentes da rede estadual de ensino. Mais de 40 mil docentes serão beneficiados com uma carga inicial de R$ 500 para investir em treinamento e formação.

O benefício estará disponível em um cartão de débito emitido pelo Itaú e os portadores poderão realizar compras em estabelecimentos conveniados à bandeira MasterCard. Será possível utilizar os caixas eletrônicos da instituição financeira para consultar extrato e limite disponível.

Para retirar o Cartão Auxílio Qualificação, os professores devem ir à agência do banco em que têm a sua conta corrente onde recebem o crédito salário e apresentar documento de identificação original com foto. O Itaú emitirá os cartões conforme lista repassada pelo governo do Estado à instituição.

A medida, que conta com investimento do Governo do Estado de R$ 25 milhões somente em 2011, é mais uma forma de valorizar o professor. O objetivo é contribuir para que o docente possa investir na aquisição de materiais pedagógicos e em atividades culturais, visando à constante atualização e melhoria do desempenho em sala de aula. Os servidores da Educação já estão sendo beneficiados com o auxílio-transporte, cujo montante investido neste ano é de R$ 68 milhões.

- Esse é um investimento que o professor utilizará em sua auto-formação. O retorno é um professor mais qualificado. A medida atinge, consequentemente, os alunos. Esperamos que o professor utilize o benefício em prol do aprendizado do aluno. Com o conteúdo novo, adquirido a partir do recebimento do benefício, poderá ter uma dinâmica de aula diferenciada -, afirma o secretário de Estado de Educação, Wilson Risolia.

Fonte:  » Ascom da Secretaria de Educação

segunda-feira, 23 de maio de 2011

Reajuste de tarifa de ônibus em Teresópolis para R$ 2,50 gera protestos

  

Aumento chega em meio a uma crise política instaurada; com a cidade em
Estado de Calamidade Pública e com a impopularidade do prefeito
em índices próximos a totalidade.
O Diário Oficial de Teresópolis, em sua edição da última sexta-feira, 20, trouxe a ratificação de uma péssima notícia para o teresopolitano, pelo menos a esmagadora maioria que precisa do serviço público de transporte. Depois de negar, há cerca de um mês, que existiria planejamento para o reajuste, o Executivo Municipal autorizou o aumento da tarifa de transporte público de Teresópolis, dos atuais R$ 2,30 para R$ 2,50. O aumento chega em meio a uma crise política instaurada; com a cidade em Estado de Calamidade Pública e com a impopularidade do prefeito em índices próximos a totalidade.
O morador da capital fluminense que precisa se deslocar do bairro de Copacabana, na Zona Sul, para a Rodoviária Novo Rio, na Zona Portuária, no Centro da cidade, desembolsa nas linhas 126, ou 127, por exemplo, o valor de R$ 2,50, o mesmo praticado em Teresópolis e que o usuário teresopolitano que precisa sair da Várzea e ir ao HCT, no Vale do Paraíso, vai pagar. Entre os itinerários a “pequena” diferença de 45 minutos de viagem, visto que em nossa cidade o trajeto é feito em 5 minutos e na capital a linha 126 leva em torno de 50 minutos para completar a viagem.
Os usuários de teresópolis terão, desta forma, um serviço típico de cidades de interior, como linhas curtas; atendimento precário; veículos com lotação frequente em determinados horários; atrasos constantes; funcionários mal pagos e horários perdidos ou matados com freqüência. Em detrimento a todas estas características está o valor da tarifa, correspondentes a grande parte das linhas na capital do Rio de Janeiro e em cidades metropolitanas como Niterói, São Gonçalo, com quantidade de demanda e distâncias consideravelmente superiores ao demonstrado em nossa cidade. Com isso muita gente na cidade afirma que o teresopolitano vai pagar o preço de “Capital” por um serviço aos padrões de uma cidade do “Interior”.
De acordo com o Decreto 4.051 deste ano, o prefeito Jorge Mario, usando das atribuições que lhe confere a legislação em vigor lista as justificativas para o reajuste. São elas: Os últimos aumentos das tarifas das passagens das linhas Urbanas e Intermediárias foram fixados em 25/05/2009; A comprovação da existência da comprovação em planilha de custos do reajuste dos insumos básicos, despesas com material para manutenção do serviço de transporte coletivo e aumento salarial, nas linhas urbanas e intermediárias; A comprovação do aumento dos gastos com a frota, surgidos com as necessidades impostas pela legislação que regula o transporte público urbano e a necessidade de atendimento ao custeio das empresas de suas despesas e principalmente ao interesse coletivo, coerente com a atual política governamental.

Pedra de duas toneladas mata homem no Rio Comprido

Um homem morreu na noite deste domingo ao ser atingido por uma pedra de cerca de duas toneladas que deslizou do alto do bairro de Santa Teresa, na Rua Barão de Petrópolis, na entrada do túnel que leva à Rua Alice, no Rio Comprido. Hoje pela manhã técnicos da Defesa Civil avaliaram as condições de segurança do túnel para permitir a liberação da passagem, que está interditada desde o acidente. Agentes da Comlurb recolheram a pedra, que foi quebrada por uma retroescavadeira, e limparam o terreno. Segundo os técnicos da Geo-Rio e Defesa Civil, outras pedras soltas no terreno representam perigo. O tráfego no túnel foi liberado por volta das 11h30m, após o fim da vistoria dos técnicos. Ele comentaram que uma obra de contenção deverá ser feita no local.
Segundo policiais militares do 1º BPM (Estácio), o acidente ocorreu por volta das 22h. A vítima foi identificada como Joaquim César da Silva, de 57 anos. De acordo com dois colegas dele, eles seriam catadores de entulhos e conversavam nas proximidades do túnel quando ocorreu o acidente. Joaquim, que segundo eles seria engenheiro civil aposentado, vendia os entulhos em uma feira de São Cristóvão. Ele conversava com o amigo André Luiz de Freitas quando foi atingido pela pedra:
- Escutamos o barulho e levantamos correndo. Eu me escondi dentro do túnel, mas ele foi para o outro lado e acabou sendo atingido - contou. - Ele era engenheiro aposentado e morava na rua porque acabou virando dependente da cachaça - acrescentou.


(Informações Infoglobo)

Rua no Leblon recebe amanhã oficialmente o nome de Dorival Caymmi

A Prefeitura do Rio presta homenagem a Dorival Caymmi (1914-2008) nesta terça-feira, dia 26, às 15h, com a instalação de duas placas que passarão a identificar a pequena e charmosa rua do Leblon, na altura do nº 1.136 da Avenida Visconde de Albuquerque, com o nome do compositor baiano. A cerimônia terá a presença de familiares do artista.

Dorival Caymmi nasceu em Salvador, na Bahia, mas morou no Rio de Janeiro desde os 24 anos de idade. No Leblon, primeiro bairro perto do mar onde morou com a família, o músico conviveu com Vinícius de Moraes, Antônio Maria e outros grandes artistas.

Cabral abre seminário do comitê organizador dos Jogos Olímpicos 2016


Governador enalteceu beneficíos que as cidades anfitriãs terão ao receber
atletas para treinamento

O Comitê Organizador dos Jogos Olímpicos e Paraolímpicos Rio 2016 recebe, nesta segunda-feira (23/05), os representantes das instalações pré-selecionadas após a primeira fase do processo de cadastramento e seleção de locais de treinamento pré-jogos.

O governador Sérgio Cabral abriu o evento, que contou com a participação do prefeito do Rio, Eduardo Paes,  do presidente do Comitê Rio 2016, Carlos Arthur Nuzman; além de autoridades e representantes das instalações pré-selecionadas. Ao todo, foram pré-selecionadas, após a primeira fase, 355 instalações de 150 municípios de 22 estados das cinco regiões do Brasil.

- Esse evento é muito importante, parte significativa da nossa campanha vitoriosa em Copenhagen.Ter os estados brasileiros se beneficiando e as cidades de vocês, que poderão dizer: “nós recebemos equipes olímpicas, nós participamos da preparação para os jogos olímpicos e deixamos para as nossas cidades um legado, equipamentos esportivos de qualidade para que a nossa cidade usufrua deles”. Além das questões indiretas, da infraestrutura, do que poderá vir a partir daquela vitória conquistada para a sua cidade como anfitriã de uma determinada de delegação, de uma determinada modalidade esportiva. Isso vai permitir, junto às demais autoridades do Estado, que aquela cidade também receba, na área ambiental, na área social, na área de mobilidade, benefícios pelo fato de ter conquistado a condição de cidade anfitriã – disse o governador.

O processo para cadastramento e seleção de locais de treinamento pré-jogos vai identificar instalações esportivas que atendam aos requisitos técnicos e recomendações das federações internacionais para que os Comitês Olímpicos e Paraolímpicos Nacionais possam trazer seus atletas para o país-sede antes dos Jogos, visando à concentração e ao aperfeiçoamento do treinamento e sua aclimatação às condições locais.

O objetivo do seminário é orientar os participantes pré-selecionados quanto às próximas fases do processo, direitos, deveres e oportunidades.
 

sábado, 21 de maio de 2011

Inscrições para cursos a distância de universidades públicas são prorrogadas

Prazo vai até o próximo dia 30 de maio. Vestibular Cederj tem 4.985
vagas em 10 cursos universitários

Foram prorrogadas até o dia 30 de maio as inscrições para o Vestibular Cederj, que oferece 4.985 vagas para 10 cursos de graduação a distância, na modalidade semipresencial, em seis universidades públicas do Rio de Janeiro - Uerj, UFRJ, UFF, Uenf, Rural (UFRRJ) e UniRio. Os cursos com vagas abertas são Administração, Administração Pública, Tecnologia em Sistemas de Computação e os de Licenciatura em Ciências Biológicas, Física, Matemática, Pedagogia, Química, História e Turismo.

As inscrições devem ser realizadas exclusivamente no site http://www.vestibular.cederj.edu.br/. O candidato pode optar entre os 31 polos regionais do Cederj, que atendem todas as microrregiões do Estado. Os municípios são os seguintes: Angra dos Reis, Barra do Piraí, Belford Roxo, Bom Jesus do Itabapoana, Cantagalo, Itaguaí, Itaocara, Itaperuna, Macaé, Magé, Miguel Pereira, Natividade, Niterói, Nova Friburgo, Nova Iguaçu, Paracambi, Petrópolis, Piraí, Resende, Rio Bonito, Rio das Flores, Rio de Janeiro (Campo Grande e Maracanã), Santa Maria Madalena, São Fidelis, São Francisco de Itabapoana, São Gonçalo, São Pedro da Aldeia, Saquarema, Três Rios e Volta Redonda.

O candidato que for classificado no vestibular do Cederj estará regularmente matriculado em uma das universidades parceiras e realizará um dos 10 cursos de graduação com sistema de tutoria presencial nos polos regionais e a distância (por telefone, fax e internet), além de aulas práticas de laboratório. Ao concluir a graduação, o aluno receberá um diploma igual ao dos alunos presenciais. Outras informações sobre o vestibular podem ser obtidas pelos telefones (21) 2334-1728, (22) 3861-4844, (24) 2431-9982.

O Consórcio Cederj é uma iniciativa do Governo do Estado, através da Secretaria de Ciência e Tecnologia, e as universidades públicas presentes no Rio de Janeiro.